14 de ago de 2015

Motivos para amar o Japão - IV

Continuando as postagens sobre os "motivos para amar o Japão". Pode acessar as outras partes aqui → I; II e III. 

31. Superstições japonesas
O Japão está cheio de superstições interessantes que as pessoas levam realmente a sério. Coisas como “Hatsu Yume (primeiro sonho do Ano Novo) se tornará realidade" ou “se você assobiar à noite, uma cobra aparecerá em sua cama enquanto estiver dormindo", entre outros. Tem ainda as superstições com números e com as idades consideradas de azar.

32. Ganbatte!
Ganbatte ou gambatte pode ser traduzido como “Você pode fazer isso!” ou “Faça o seu melhor!”. É uma frase muito usada para incentivar e encorajar outra pessoa e no Japão, uma pessoa que se esforça e dá o seu melhor, é muito respeitado.
É um conceito importante que ajuda a explicar como são os japoneses e como eles encaram as dificuldades. 

33. Mottainai
Mottainai é outro conceito importante para entendermos a forma de pensar dos japoneses. Mottainai poderia ser traduzido como “desperdício”, não só físico, como também no sentido figurado, referindo-se a padrões de pensamento que dão origem ao desperdício de emoções, talentos, sonhos, etc.
Como o Japão é uma nação insular densamente povoada, ela possui recursos naturais limitados, o que fez com que a cultura japonesa mantivesse o foco na qualidade em detrimento da quantidade. Infelizmente, esse conceito vem enfraquecendo nos últimos tempos, devido à modernização, onde as pessoas estão substituindo a qualidade pelo descartável.

34. As invenções japonesas
O Japão gasta bilhões dólares por ano em pesquisas científicas e tecnológicas. Portanto, não é novidade e nem à toa, que boas invenções japonesas, com tecnologia de ponta, estejam na mídia todos os dias. Há ainda as invenções inúteis, chamados de chindogu, que fazem parte da cultura japonesa e que embora pareçam bobas, são em sua maioria, criativas ou no mínimo, engraçadas.

35. Karaoke
O Karaoke teve origem no Japão na década de 70 e se tornou em uma das mais tradicionais formas de entretenimento no país, que acabou sendo disseminada pelo mundo. Karaoke, significa literalmente “orquestra vazia” e no Japão, possui grandes dimensões e um caráter único, jamais visto em outro país.
Na década de 80, as cabines privadas (Karaokê Box), à prova de som, se tornaram uma forma popular de diversão para todas as faixas etárias, especialmente para encontro com familiares, grupos de amigos ou colegas de trabalho.

36. Berço de muitas Artes Marciais 
O Japão é conhecido pela origem de dezenas de artes marciais. Além das artes marciais medievais, que ainda resistem no Japão, como o Yabusame, há ainda as mais difundidas como o Judô, o Karatê, o Kendo, o Kyudo e Aikido.
Todas essas artes ajudam, não só a capacitar o indivíduo para uma luta, como também ajudam a capacitá-lo para a vida, onde são aplicados muitos ensinamentos, como a disciplina, o respeito pelo adversário, a autoconfiança, etc.

37. Gueixas e samurais
Não tem como não associar o Japão com as Geishas, que são as tradicionais artistas japonesas e os samurais , os famosos guerreiros japoneses feudais. Os dois estão ligados intrinsecamente à história e cultura japonesa. Cabe à elas a arte do entretenimento, além das habilidades em várias artes tradicionais.
Já os samurais, muitas artes marciais tiveram origem no seu estilo de vida, assim como o Bushido, o código dos samurais, que significa literalmente o “caminho do guerreiro". As Geishas e Samurais praticamente nem existem mais, mas são frequentemente representadas em filmes, músicas, animes e mangás.

38. Purikura
Purikura são cabines que imprimem fotos adesivas e são um verdadeiro sucesso entre os colegiais japoneses. Surgiu pela primeira vez em 1995 e desde então criou-se um vínculo muito forte junto aos jovens japoneses, que costumam ter o hábito de montar um quadro enorme, somente com adesivos Purikura.

39. A tradição de dar presentes
Omiyage significa lembrança e trocar presentes é um costume comum no Japão. Por isso, é tão comum encontrar lojas que vendem todo o tipo de souvenir, como doces e objetos singelos. Outros presentes incomuns como frutas, cervejas, café, biscoitos, entre outros, também são frequentemente oferecidos como Omiyage. No Japão, ainda existe a tradição Ochugen e Oseibo, que é uma troca de presentes entre famílias, amigos ou vizinhos.
Ochugen e Oseibo ocorrem durante o verão (começo de julho) e o inverno (meio de dezembro), respectivamente. Os presentes também podem ser trocados entre empresas e clientes, alunos e professores, etc. Algumas pessoas também aproveitam a ocasião para dar presente a alguém que esteja devendo algum favor ou que tenha prestado alguma ajuda nos últimos tempos.

 40. Os matsuris (Festivais japoneses)
No Japão, existem milhares de festivais espalhados ao longo do ano, em todo o país. Todos os festivais e matsuris são muito interessantes e possuem um significado por trás. Além disso, são muito alegres e divertidos.
Como o Obon Odori, Tanabata Matsuri, Hanami Festival, Setsubun e alguns maturis bem bizarros como o Kanamara Matsuri, Hadaka matsuri e Hime no Miya e Hounen Matsuri.


Fonte: Japão em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://static.tumblr.com/xpo2exu/BA1n2ccke/cred.png