9 de out de 2014

Motivos para amar o Japão

Todo país tem seus problemas, alguns maiores, outros piores. E mesmo o Japão, tendo todo um histórico de terremotos, tsunamis e taifus devastadores, ainda é um país que encanta, fascina e chama a atenção de inúmeras pessoas ao redor do mundo, por toda sua trajetória de sucesso, cultura excepcional, tradições diferentes de tudo aquilo que já vimos no mundo ocidental. E esses só são alguns dos inúmeros motivos que me fazem querer conhecer esse excepcional país, e trago agora, nessa postagem os motivos de por quê devemos amar o país dos olhinhos puxados. 

1. Pontualidade nipônica
Os japoneses tem fama de serem muito pontuais. E isso se expande também ao transporte público: Ônibus e trens chegam exatamente na hora marcada e com isso, você não corre o risco de chegar atrasado em qualquer encontro ou reunião.

2. Comida japonesa
Pra quem gosta da culinária japonesa, desde as populares às mais sofisticadas vai se sentir em casa quando for ao Japão. E mesmo para quem não curte comida japonesa, não há razão para se preocupar, já que é possível encontrar restaurantes com comidas ocidentalizadas, ou mesmo prepará-las em casa.

3. Tradições preservadas
A cultura japonesa é repleta de tradições milenares, onde eles continuam até hoje, honrando suas raízes através dos seus festivais (matsuris), além dos belíssimos templos e castelos japoneses. A forma como eles transformam uma simples apreciação da natureza em um simbólico festival de arte como no caso do Hanami, ou Momijigari, é absurdamente encantador. Isto torna o país ainda mais rico e interessante, culturalmente falando.

4. Boa qualidade de serviço
Serviço de boa qualidade e bom atendimento faz parte do padrão japonês. A maior parte das pessoas são educadas, ou no mínimo, atenciosas. São treinados rigorosamente para aprender a tratar bem seus clientes. É por isso que trabalhar no Japão, pode ser muito estressante, no entanto, na visão do cliente, o Japão é um paraíso. De maneira geral, realmente é um país que se preocupa em oferecer qualquer serviço com boa qualidade.

5. Ética no trabalho
A ética trabalhista no Japão é bastante correta e rigorosa e talvez isso tenha contribuído para que o país tenha sido por tanto tempo a segunda maior economia do mundo, mesmo sendo um país tão pequeno. As motivações, habilidades e condutas são realmente coisas de se admirar no povo japonês. Sempre tentam fazer o seu melhor e se dedicam 110%.

6. Segurança
No Japão, a taxa de criminalidade é praticamente zero, em comparação com o Brasil. Com isso, ficamos mal acostumados a ter segurança 24 horas por dia, sem medo de dormir com a porta destrancada, ou de deixar a chave na ignição do carro ou até de andar bêbado às 4 da manhã pelas ruas, sem o risco de ser assaltado. Quem tem filhos, também acaba optando morar permanentemente no Japão, por achar um lugar seguro para criá-los.

7. Tomar banho de Ofurô
Para o japonês, o banho de ofurô não serve apenas para manter o corpo limpo. É um banho para purificar o corpo e relaxar a mente, deixando-a mais receptiva para novas ideias. Lembrando que o banho propriamente dito é realizado fora da banheira e deve-se entrar limpo no ofurô, pois a água é utilizada por todas as pessoas da família, antes de ser trocada.

8. Confiabilidade
Viver no Japão é ter a certeza de que as coisas funcionam como deveriam. Não quero dizer que lá seja um país perfeito, mas acredito que lá podemos confiar mais em relação ao governo, serviços públicos e prestações de serviço, ao contrário do Brasil, com sua fama de “País da corrupção”, onde a roubalheira rola solta.
Se no Brasil, é comum a internet viver caindo, pacotes ou documentos sendo extraviados pelos correios e o atraso nos transportes públicos, no Japão, coisas como estas raramente acontecem. Lá se vive o dia a dia com a garantia de que as expectativas serão cumpridas. Isso tudo é consequência do pensamento e atitudes do povo japonês que fazem toda a diferença para que tudo funcione adequadamente.

9. Honestidade e boa vontade
90% das coisas que você perder no Japão serão devolvidas. Além disso, só para você ter uma ideia do quanto os japoneses são honestos, são poucos os que baixam músicas online, mesmo com uma das internet mais rápidas do mundo. Baixar é visto como crime, equivalente a roubo e portanto, a maioria prefere comprar o CD ou músicas digitais.
Outro exemplo de honestidade japonesa, foi após o tsunami do ano passado que deixou estragos e debaixo do entulho, muito dinheiro e até barra de ouro, das casas que tinham cofres e de empresas destruídas. Baseado no que foi encontrado, o governo devolveu cerca de 125 milhões aos seus respectivos donos. Consegue imaginar isso no Brasil?

10. Conformidade e sacrifício
Os japoneses são conhecidos por serem sistemáticos e muitos reclamam de que eles não sabem pensar por si mesmos. Com o passar do tempo, percebemos que a conformidade é uma escolha consciente feita pelo povo japonês, onde eles sacrificam a sua individualidade em prol de uma sociedade inteira. No Japão, o “pensamento em grupo” vence a individualidade e com certeza foi com esse pensamento que o país conseguiu se reerguer das piores catástrofes.

Fonte: Japão em Foco

Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://static.tumblr.com/xpo2exu/BA1n2ccke/cred.png