26 de set de 2014

Yatagarasu

Yatagarasu, o corvo de três pernas, é um mensageiro do céu, um dos símbolos mais antigos da mitologia japonesa, e é uma criatura mítica que aparece em muitas artes e lendas tradicionais. 

No entanto, não se sabe exatamente a origem desse corvo, e as fontes mais antigas que o citaram: o Nihon Shoki  e o Kojiki, não mencionam a quantidade de patas, o que provavelmente foi adicionado posteriormente. Segundo os monges, pode representar os três clãs antigos que dominaram a história de Kumano. Ou talvez as três virtudes principais dos deuses: chi (sabedoria)jin (benevolência) e yuu (valor). Outros acreditam que o “corvo do sol” tem três pernas,  que representam o amanhecer, o meio-dia e o anoitecer. Ou então as três pernas podem apontar o céu, a terra e a humanidade.

A palavra Yata-Garasu pode ser traduzida como “corvo de oito pernas” (ou seja, grande corvo) ou entende-se Supremo (ou Perfeito), ou Corvo Divino. O  número “oito” na numerologia japonesa tem os significados de “muitos”, “perfeito” ou “supremo”.

Apesar do corvo ser associado normalmente ao mal-presságio, devido a seu aguçado senso de direção, grande habilidade como navegador e desse ser capaz de encontrar o caminho em terras desconhecidas que o corvo se tornou um símbolo de proteção. 

Conta a lenda japonesa que, há muito tempo um terrível monstro estava prestes a devorar o sol. Para evitar isso, os governantes do céu criaram o primeiro corvo, que voou para a boca do monstro sufocando-o.

Contudo, segundo o Xintoísmo e as antigas crônicas japonesas do Nihon-Shoki  e o Kojiki, este grande corvo foi enviado do céu pela deusa Amaterasu, como um guia para orientar o imperador Jimmu em sua jornada inicial em território hostil na região das montanhas de Kumano  a caminho  de Yamato. Lá Jimmu e seu exército lutaram e foram vitoriosos, onde o imperador estabeleceu e declarou a fundação da nação japonesa 660 anos antes da Era Comum. A partir destes relatos, o aparecimento do mítico pássaro tem sido tradicionalmente interpretada pelos japoneses como evidência da intervenção divina em assuntos humanos. O Imperador Jimmu, segundo o Kojiki tem ligações com os deuses  através de Amaterasu-ōmikami "deusa do sol na tradição Shinto".


Bom, Yatagarasu é historicamente considerado o ancestral do clã Kamo, os altos sacerdotes do Kamo-wake-ikazuchi-Jinja. E acredita-se que Yatagarasu é uma encarnação de Taketsunimi-no-Mikoto, fundador do clã. 
O aparecimento desta figura surgiu a centenas de anos, desde então os corvos tem aparecido na arte clássica japonesa. Grandes artistas o reproduziram em sua arte, escritores, escultores e a  maioria das impressões em xilogravura, foram produzidas durante a era feudal japonesa. E o Yatagarasu ainda é o símbolo da Federação de Futebol do Japão.

Fontes: Caçadores de Lendas; Made in Japan; NipoCultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://static.tumblr.com/xpo2exu/BA1n2ccke/cred.png