27 de jun de 2014

Sintaxe III

O PERÍODO COMPOSTO

COORDENAÇÃO

As orações coordenadas dividem-se em:

I. assindéticas - as que não estão ligadas por conjunção: O professor falavaos alunos ouviam.

II. sindéticas - as que são introduzidas por conjunções coordenativas; podem ser:
1. aditivas - apresentam soma de ideias: Ele fala e dança.
2. adversativas - apresentam oposição de ideias: O jovem está contente mas não tem nenhum motivo especial
3. alternativas - apresentam alternância ou exclusão de ideias: Ele estuda ou ele trabalha?
4. conclusivas - apresentam conclusão de um raciocínio: Ele é bondosologo todos o estimam.
5. explicativas - apresentam justificativa à ideia anterior: Ele vencerá na vidapois é um lutador.

SUBORDINAÇÃO

As orações subordinadas dividem-se em:
I. principais - as que guardam o sentido principal do período: Maria não disse se viria hoje.

II. subordinadas - as que representam termos da principal; podem ser:

1. substantivas - são as que têm valor de substantivo (são introduzidas por conjunções
subordinativas integrantes); classificam-se conforme a função que exercem: 

a) subjetiva - exerce a função de sujeito: Parece que ele saiu.
b) predicativa - exerce a função de predicativo: O melhor seria que ele estudasse.
c) objetiva direta - exerce a função de objeto direto: Desejo que sejas feliz.
d) objetiva indireta - exerce a função de objeto indireto: Insisto em que digam a verdade.
e) completiva nominal - exerce a função de complemento nominal: Ele tem certeza de que o amamos.
f) apositiva - exerce a função de aposto: Peço-lhe um favor: que não nos abandone.

2. adjetivas - as que têm valor de adjetivo e exercem a função de adjunto adnominal (são introduzidas por pronomes relativos); podem ser:

a) restritiva - são as que individualizam a ideia expressa pela principal: Chame o menino que chegou.
b) explicativa - a que acrescenta algo à ideia expressa pela principal: Visitei meus tios, que vieram de Roma.

3. adverbiais - são as que têm valor de advérbio e exercem a função de adjunto adverbial
e exercem a função de adjunto adverbial (são introduzidas por conjunções subordinativas adverbiais); podem ser:

a) causal - indica causa: Eles não foram ao clube porque estavam cansados.
b) comparativa - indica comparação: Ele é tão inteligente quanto vocês são.
c) concessiva - indica concessão: Trabalhamos até tarde, embora fosse feriado.
d) condicional - indica condição: Se ele pudesse, compraria este carro.
e) conformativa - indica conformidade ou modo: José nos ajudou, conforme prometera.
f) consecutiva - indica consequência: Ele é tão generoso que nos comove.
g) final - indica finalidade: Não fizemos barulho, a fim de não acordá-los.
h) proporcional - indica proporção: À proporção que anoitecia, o frio aumentava.
i) temporal - indica tempo: Falarei com você quando voltar.


ORAÇÕES REDUZIDAS

Orações Reduzidas são aquelas que se apresentam em uma das seguintes formas nominais: infinitivo pessoal, gerúndio ou particípio.
Para classificar uma oração reduzida, devemos desenvolvê-la, isto é, devemos colocá-la em uma das formas verbais.
É preciso começarmos o trabalho = É preciso que comecemos o trabalho


I. Reduzidas de Infinitivo


1. Substantivas
a) subjetivaÉ bom seres breve (= que sejas breve).
b) predicativaO mais certo seria pensarem no futuro (= que pensassem no futuro).
c) objetiva diretaOuvimos chegarem os convidados (= que chegavam os convidados).
d) objetiva indiretaTudo dependia de termos fé (= de que tivéssemos fé).
e) completiva nominalAlguém deu ordem para vires aqui (= para que viesses aqui).
f) apositivaAlgo nos assustou: terem as crianças gritado (= que as crianças tivessem gritado).


  • 2. Adjetivas

  • a) restritivaEle foi o primeiro a sair (= que saiu).
    b) explicativaAquele é o meu primo Pedro, a correr na praia (= que corre na praia).


  • 3. Adverbiais

  • a) causal: Ela chorou por ter lembrado o passado (= porque lembrou o passado).
    b) concessiva: Apesar de estar cansado, ele saiu (= embora estivesse cansado).
    c) condicionalTalvez eles o ajudem, se você pedir (= caso você peça).
    d) consecutivaA mãe preocupou-se tanto, a ponto de adoecer (= que adoeceu).
    e) finalSaíram para comprar sorvetes (= a fim de comprar sorvetes).
    f) temporalEle sorriu, depois de cumprimentar a moça (= depois que cumprimentou a moça).

    II. Reduzidas de Gerúndio

    1. Adjetivas
    a) restritivaVi meninos soltando pipas (= que soltavam pipas).
    b) explicativa: Encontrei ontem teu irmão, estudando na biblioteca (= que estudava na biblioteca).


  • 2. Adverbiais



  • a) causalNão tendo amigos, sentia-se só (= porque não tinha amigos).

  • b) concessiva: Mesmo fazendo tantas coisas, ela tem tempo para se divertir (= mesmo que faça).
    c) condicionalVocê se arrependerá, agindo assim (= caso haja assim).
    d) temporalVoltando do clube, escreveu algumas cartas (= quando voltou do clube).

    III. Reduzidas de Particípio

    1. Adjetivas
    a) restritivaRecebemos um lindo presente, dado com carinho(= que foi dado com carinho).
    b) explicativaEspantaram-se com a menina, caída sobre a grama (= que caíra sobre a grama).


  • 2. Adverbiais
  • a) causalMagoado com o amigo, ele não mais o procurou (= porque se magoara com o amigo).
  • b) concessivaResolvido embora o assunto, devemos conversar (= embora se resolva o assunto).
  • c) condicionalRetirado o incentivo, que farão? (= caso seja retirado o incentivo).
  • d) temporalTerminado o trabalho, fomos descansar (= quando terminamos o trabalho).


    CONCORDÂNCIA NOMINAL
    Concordância é um fenômeno linguístico, no qual se percebe que certos grupos de palavras apresentam as mesmas flexões em função da dependência de uma palavra à outra.

    I. O adjetivo - Como regra geral o adjetivo concorda com o substantivo em gênero e número:
    menino educado - menina educada
    meninos educados - meninas educadas

    Casos Especiais 

    I.I o adjetivo, após dois ou mais substantivos, pode concordar com o mais próximo (quando se refere só a ele) ou ir para o plural (quando se refere a todos):
    Escolhi um cravo e uma rosa branca.
    Escolhi um cravo e uma rosa brancos.

    Observações:
    a) quando se refere a substantivos de gêneros diferentes, o adjetivo vai para o masculino plural:
     Gosto de mamão e pera maduros.
    b) quando se refere a substantivos sinônimos ou que se apresentam em gradação, concorda com o mais próximo:
    Apreciamos o orgulho e a altivez feminina.
    Um olhar, um gesto, um suspiro lento comoveu-o.
    c) o adjetivo, colocado antes de dois ou mais substantivos, pode concordar com mais próximo ou ir para o plural (se os substantivos forem nomes próprio ou títulos):
    Ruidosas alunas e alunos correm pelo pátio.
    Os bondosos Pedro e Maria chegaram.
    Estes são os famosos presidente da Argentina e primeiro-ministro da Inglaterra.
    d) dois ou mais adjetivos ficam no singular quando se referem a partes de um substantivo plural:
    É um estudioso das línguas francesa, russa e grega.

    I.II os adjetivos que substituem advérbios ficam invariáveis:
    Ela escreve correto (corretamente).
    I.III o adjetivo, com função de predicativo (do sujeito ou do objeto), concorda em gênero e número com o substantivo a que se refere:
    José e sua sobrinha viajaram juntos.
    Encontrei as meninas preocupadas.

    Observação: Se o predicativo estiver precedendo dois ou mais núcleos do objeto, pode concordar com o mais próximo:
    Encontrei preocupada a menina e o menino.

    I.IV o adjetivo, com função de predicativo, fica no masculino se o sujeito do verbo "ser" não estiver determinado; estando o sujeito determinado concorda com ele:
    Caça é proibido aqui.
    A caça é proibida aqui.


    II. Casos Particulares


    1. Obrigado, Mesmo e Próprio - Concordam em gênero e número com o nome a que se referem:
    Muito obrigada, disse a menina.
    Eles mesmos fizeram o trabalho.
    As alunas afirmam que elas próprias resolverão esse assunto.

    2. Anexo e Incluso são adjetivos e, portanto, variáveis:
    Enviaremos, anexas (inclusas) as contas.

    Observação - Em Anexo é locução adverbial, por isso é invariável:
    As contas foram enviadas em anexo.


    3. Meio - A palavra pode ser empregada como:
    a) numeral - é sinônimo de "metade" e é variável, concordando com o substantivo a que se refere:
    Ela comeu meia manga.
    b) advérbio - é sinônimo de "um pouco e é invariável:
    Maria está meio distraída.

    4. Muito, Pouco e Bastante - Também estas palavras podem ser empregadas de duas maneiras:
    a) quando advérbios relacionam-se com o adjetivo ou o verbo e são invariáveis:
    Ela é muito/pouco/bastante estudiosa.
    Ela estudou muito/pouco/bastante.
    b) quando pronomes relacionam-se com o substantivo e concordam com ele em gênero e número:
    Ele tem muitos/poucos/bastantes livros.

    5. Quite - Concorda em número com o substantivo a que se refere:
    Eu estou quite contigo.
    Eles estão quites com o clube.
    6. Salvo
    a) quando sinônimo de "livre" é variável por ser adjetivo: As atletas estão salvas.
    b) quando sinônimo de "exceto" é invariável por ser preposição: Choveu a semana toda, salvo quarta-feira.

    7. LESO - Significa ferido, violado e concorda em gênero número com o substantivo a que se refere:
    Crime de lesa-pátria.
    Atitude lesa-justiça.

    8. 
    a) quando sinônimo se "sozinho" é adjetivo, é variável: As crianças ficaram sós.
    b) quando sinônimo de "somente" é advérbio, é invariável: As crianças estão só brincando.

    Observação: a expressão A Sós é invariável por ser locução adverbial:
    Ela nunca consegue ficar a sós.

    9. Menos - É invariável, uma vez que é advérbio: Ela estava meio distraída.

    10. Alerta - É advérbio e, portanto, invariável: Fiquem todos alerta.

    11. Pseudo - É invariável, por ser prefixo: Ele é uma pseudo-verdade.

    12. Haja Vista  - É expressão invariável que equivale a "tendo em vista": Haja vista os motivos dados por ele, concordaremos com isso.

    13. A Olhos Vistos - É expressão invariável que equivale a "visivelmente": Ele emagrecia a olhos vistos.

    14. POSSÍVEL - Quando faz parte das expressões superlativas o(a) mais, o(a) menos, o(a) maior, o(a) menor, o(a) melhor, o(a) pior , a palavra possível concorda com o artigo:
    Todos estavam o mais atentos possível.
    Eram os quadros mais belos possíveis.
    Esse foi o melhor dos presentes possível.
    Comprei as melhores peras possíveis.

    15. UM E OUTRO, NEM UM NEM OUTRO - O substantivo fica sempre no singular; o adjetivo, se estiver presente, deverá ficar no plural.
    Refiro-me a uma e outra mulher americanas.
    Não comprei nem uma nem outra obra recomendadas.
    VEJA TAMBÉM:

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    http://static.tumblr.com/xpo2exu/BA1n2ccke/cred.png