25 de jun de 2014

Lenda Japonesa: “Dama Branca e Dama Amarela”


O Crisântemo é a Flor Nacional do Japão, possuindo muitos significados culturais, além de ser o Brasão Oficial da Família Imperial.


“Dama Branca e Dama Amarela”

Contam que em tempos idos, cresciam, lado a lado em uma campina, um crisântemo branco e outro amarelo. Certo dia, um velho jardineiro os viu e se apaixonou pela Dama Amarela. Ele lhe disse que se ela quisesse acompanhá-lo, ele a faria mais bela do que já era. O jardineiro ainda argumentou que lhe daria comida delicada e lindas roupas.

A dama Amarela sentiu-se tão atraída pelo que o velho jardineiro lhe dizia que se esqueceu de sua irmã branca, consentindo em ser desenterrada e carregada nos braços para ser plantada no jardim de seu dono.

Depois que a dama Amarela partiu, a dama Branca chorou amargamente. Sua beleza singela havia sido desprezada e, pior que isso, viu-se forçada a permanecer sozinha no campo, sem ter mais a irmã, a quem era devotada a conversar.

Dia após dia mais bela ficava a dama Amarela no jardim de seu senhor. Ninguém reconheceria agora a simples flor amarela do campo. Porém, embora suas pétalas fossem longas e curvas, e suas folhas limpas e tão bem cuidadas, ela às vezes se lembrava de sua irmã branca que ficou sozinha na campina e imaginava o que estaria fazendo para que suas longas e solitárias horas passassem.
Certo dia, um capitão da vila veio ao jardim do velho jardineiro à procura de um crisântemo perfeito para ser desenhado no elmo de seu senhor. Informou que não desejava um belo crisântemo com muitas e longas pétalas. Queria um simples crisântemo branco de dezesseis pétalas. O velho jardineiro mostrou ao capitão a dama Amarela, mas ele não gostou da flor e agradeceu, partindo em seguida.

No caminho de casa, atravessou um campo onde viu a dama Branca chorando. Ela contou a triste história de sua solidão ao capitão. Então ele contou que havia visto a dama Amarela e disse-lhe que ela não era nem metade tão bela quanto à branca flor que tinha diante dos olhos.

Ante essas palavras animadoras, a dama Branca parou de chorar e quase arrancou seus pezinhos ao pular de alegria quando esse bom homem afirmou que a queria para o elmo de seu senhor.

No instante seguinte a dama Branca, felicíssima, estava sendo transportada em um palanquim. Ao chegarem ao palácio do Daimyo, todos elogiaram, sinceramente, sua admirável perfeição de forma.

Grandes artistas vieram de longe e de perto, sentaram-se junto dela e a esboçaram com admirável perícia. Logo ela não precisou mais de espelho para se mirar, pois havia sua bela face branca presente em todos os mais preciosos bens do Daimyo.

A dama Branca, além de figurar na armadura do Daimyo, também foi retratada em seus estojos de laca, em seus travesseiros, colchas e mantos. Olhando para cima, podia ver o seu rosto entalhado em grandes painéis. Foi pintada de todas as maneiras possíveis, até boiando sobre a correnteza. Todo mundo concordava em que o branco crisântemo, com suas dezesseis pétalas, representava o mais belo elmo de todo o Japão.
Enquanto a face feliz da dama Branca era perpetuada nos bens do Daimyo, a face da dama Amarela só transpirava tristeza. Havia florescido por si, sozinha, e sorvido os elogios dos visitantes com a mesma avidez com que bebia o orvalho sobre suas pétalas primorosamente curvas. No entanto, um dia, ela sentiu uma rigidez nos membros e percebeu o fim da exuberância de sua existência.

A antiga cabeça orgulhosa pendeu e quando o velho jardineiro a viu, a arrancou do canteiro para jogá-la em meio a um monte de lixo.

Fonte: Livro: Legends of Japan | Author: F. Hadland Davis

2 comentários:

  1. Yoo o/
    Leitora nova! Na verdade eu sigo faz um tempinho, mas só agora eu criei vergonha na cara pra vim comentar neste blog divo u.u
    E não se preocupe, não sou daquelas leitoras fantasmas não, gosto muito de comentar e dar minha opinião e meus comentários são mais ou menos do tamanho desse u.u
    Olha aquele menuzinho ali em cima o/
    Que bonitinho ><
    Eu já tinha ouvido falar desta flor, mas não tinha conhecimento desta lenda, é muito interessante e curiosa

    Diário de uma Otome

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oooi Hari-chan :3

      Fico feliz que tenha tomado coragem para comentar, fiquei muito feliz :3

      Adorarei ler suas opiniões, críticas ou elogios :3

      Foi a minha amiga Amanda que fez esse menuzinho kk, na realidade, todo o layout foi feito por ela :3

      As lendas de flores no Japão são bem comuns, vou tentar trazer de outras flores :3

      Ah, Blog perfeito <3 Amei <3

      Excluir

http://static.tumblr.com/xpo2exu/BA1n2ccke/cred.png