7 de fev de 2014

Make Me Sleep My Love



CAPÍTULO ÚNICO

“Sonhos só se realizam quando acreditamos, sorrisos só se abrem quando estamos felizes, e a vida só tem graça quando valorizamos os detalhes e tornamos momentos simples em lembranças inesquecíveis.”


Doug?
- Hum?
- Você está dormindo?
- Estou... 
- Não está não.
- Estou sim.
- Okey.
Rubianne se solta do abraço de Douglas, no qual estava e se vira para a janela, onde se via a chuva cair tranquilamente.
- Ora vamos - Rubianne se vira um pouco depois, colocando as mãos geladas na barriga de Douglas, por baixo do lençol -, acorde.
- Hmm... - Doug abriu os olhos lentamente, e encarou o seu olhar, cores opostas. Pessoas diferentes. Começando pelos olhos profundamente negros de Douglas, tão diferentes do castanho que iluminava o olhar de Rubianne. - Certo, acordei. O que foi?
- Eu não consigo dormir... - Ela se aproxima de Douglas, e coloca o rosto no pescoço dele, tentando ignorar como detestava a chuva.
- O que te impede de ir para o mundo dos sonhos, Ruby? - Com os olhos pouco abertos, mas já com a voz desperta, Douglas passava as mãos lentamente pelo cabelo de Rubianne.
- Muitos pensamentos. Não sei. Me sinto nublada. - Rubianne suspira, se aproximando mais do corpo do namorado e entrelaçando as suas pernas.
- Nublada? - Ele pergunta confuso, abrindo um sorriso cansado.
- É, não sei explicar, como se meus pensamentos fossem muitos e minha mente ficasse cheia de perguntas sem resposta, informação demais. Entende?
- Não sou exatamente um grande pensador por esse ponto de vista. - Os olhos de Douglas já pesavam e sua voz já estava lenta novamente. - Você podia cantar alguma coisa para si mesma, isso sempre me ajuda a dormir...
- Não sei se isso ia me ajudar. - Rubianne se aconchega mais nos braços do namorado, que tinha parado de brincar com seu cabelo. 
Rubianne levantou o olhar e viu que Douglas já tinha os olhos novamente fechados. Quase voltando a dormir profundamente. Contrariada, ela começa a cantarolar uma música qualquer, mas logo para.
Douglas - a garota se afasta um pouco e encosta a sua testa na do namorado. - Isso não está funcionando.
Douglas abre os olhos novamente, mostrando seu profundo olhos negro. Levanta o braço que antes segurava a cintura de Rubianne, e começa a passar seus dedos lentamente pelos cabelos lisos da garota.
- O que você quer que eu faça?
- Você podia cantar uma música para mim - Rubianne mostrou seu sorriso mais encantador, em seguida voltando a esconder o rosto no peito do namorado.
- Uh, você sabe que eu não gosto de cantar... 
- Mas eu gosto quando você canta. Por favor - a garota dá um beijo no peito do namorado -, por mim?
Douglas suspira e começou a pensar em uma música, como recusar, quando a mulher que ele amava pedia daquele jeito?
- Certo, só porque você pediu por favor. - Douglas limpa a garganta e Rubianne se vira de costas, de um jeito que ele ainda a abraçava e ficava com os lábios bem próximos à orelha da garota.
- Obrigada.
Neoreul bomyeon sumi meojeul keot kata nan amado
(Eu esperei por esse momento por muito tempo)
I sunganeul gidaryeoon geol neo do aljanha
(Quando olho para você posso muito bem parar de respirar)
Uri machi yaksokeul han deusi wanhago ijanha
(Nós queremos, como se fosse uma promessa)
Neodo naege malhae girl just let me know
(Você me diga, me deixe saber)

Jigeum nae ipsureul moreunchok hajima
(Agora, não finja que você não conhece meus lábios)
Neoui nonbichi imi malhajanha
(Seus olhos estão dizendo tudo)

Let me love you down love you down tonight
(Deixe-me te amar, te amar essa noite)
Naneun niga dwigo neoneun naega dwigo
(Estou me tornando você, você está se tornando eu)
Let me love you down love you down tonight
(Deixe-me te amar, te amar essa noite)
Eoddeun geu mueodo meomchulsu ga eobseo
(Nada pode nos para agora)


Aos ouvidos de Rubianne, a voz rouca de Douglas parecia ser mágica, rapidamente ela começa a relaxar e logo seus olhos já pesavam. Douglas cantava baixinho bem no ouvido de Rubianne, cantava com um pequeno sorriso, vendo a respiração dela ficar mais lenta, os músculos relaxarem e o que fazia seu sorriso ficar cada vez maior, ao ver a pele de Rubianne se arrepiar.

Nae sone japhin geomeun meokyeori oh-oh~ 
(Minhas mãos passando nos cabelos pretos oh-oh~)
Geoule bichin hayan dwimeoseube oh-oh~

(Na branca silhueta refletida no espelho oh-oh~) 
Let me love you down love you down tonight
(Deixe-me te amar, te amar essa noite)

Neoreul bomyeon ajik kkomsoge ineungeo gata yeah~
(Quando olho para você, parece um sonho yeah~)
Naui hyanggiga neol ppajyeodeulge hago ijanha mm~
(Você sabe que está se afogando no meu perfume~)

Dareun namjaboda deo soljikhage nareul midjanha
(Você confia mais em mim do que nos outros homens)
Neodi naege malhae girl just let me know (oh baby)
(Você também, me conte, me deixe saber (oh baby) )

Jigeum nae ipsureul moreulchok hajima
(Agora não finja que você não conhece meus lábios)
Neoui simjangi naege malhajanha
(Seu coração está dizendo tudo)

Ao fim da música, Rubianne dormia tranquilamente. Satisfeito, Douglas puxa o lençol, cobrindo mais os dois.
- Eu te amo. - Com um sorriso, Douglas deposita um beijo no alto da cabeça da namorada e depois de alguns minutos volta a dormir, entrando no mundo dos sonhos e sonhando com quem sempre queria sonhar, sua namorada, a mulher que ele amava: Rubianne. 


"As coisas só são perfeitas nos sonhos e mesmo assim, ainda temos pesadelos." .
Mas isso não se aplica exatamente a quem ama, não é? Porque quando estamos com quem amamos, tudo é perfeito. Até dormindo juntos, os sonhos diferentes, mas sonhando um com o outro. Porque alguns sonhos podem se tornar realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

http://static.tumblr.com/xpo2exu/BA1n2ccke/cred.png